sábado, 22 de novembro de 2008

Vítor - Uma lição


Vítor foi embora com seus adotantes. E junto com ele foi um pedacinho meu. Tenho que segurar as lágrimas para escrever isso.
O Vítor foi capturado no Clínicas, quando caiu do teto em cima de um paciente. Foi levado ao Centro de Pesquisas onde o castraram. Fui lá conhecê-lo e me apaixonei. Mesmo assim ele teve que ser mandado ao CCZ, pois mordeu e arranhou uma pessoa.
Fiquei cismada. Naqueles dez dias de espera e agonia, entre o que fazer ou não, decidi resgatá-lo mesmo antes do CCZ determinar a sentença de morte do bichinho. Segundo eles, o gatinho era uma verdadeira jaguatirica, muito brabo e desaconselhariam sua adoção. Para tirá-lo de lá tive que me passar pela dona relapsa que o deixou escapar, pagar uma multa de R$ 20,00 e me defender dum auto de infração impetrado pela Prefeitura. Mas tudo isso valeu a pena, sabem por que?
Porque há duas noites o Vítor se rendeu, pulou nos meus braços e procurou o meu colo para se proteger. Eu chorei de emoção quando isso aconteceu. Aquele era o gatinho que queriam sacrificar? Não é possível!!! Eu simplesmente não concordo com essa sentença. Alguém deveria rever o tratamento dispensado aos bichinhos assustados que são levados para lá. É óbvio que eles vão querer se defender! Afinal, humanos só os fizeram sofrer até aí.
De qualquer forma, aprendi que posso fazer a diferença na vida de um ser vivo, de uma criaturinha de Deus que na verdade só queria um colo, comidinha e segurança!
Tenho certeza que ele vai ser feliz e estou, mesmo melancólica por ele ter ido, feliz pois ganhou uma segunda chance!
Vai com Deus Vítor do meu coração.

Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Oi Marilia, amei e me emocionei com essa história!!! Louvável a tua atitude e tenho certeza q teria agido dessa mesma maneira... Que o seu coração continue a bater sempre forte por quem não tem como se defender sozinho... Te admiro e sou tua fã cada vez mais!!! Grande abraço Ju Costa

    ResponderExcluir
  2. Buáaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    Ai Marilia....
    Que Deus te de sempre em dobro tudo que vc fez.
    O dificil nao é ficar com o coracao apertado de ver um animal sofrendo, o dificil mesmo é fazer que nem vc fez.Enfrentar de cara a situacao e arregacar a manga .
    Ai amiga, sou tao orgulhosa de conhecer um pouquinho de vc....
    Feliz vida Vitor....que vc seja muito amado e feliz...como todos os animais do mundo merecem ser!
    Bejim cheio de amor nosso.
    Marcia e Petunia

    ResponderExcluir
  3. Com os olhos cheios d'agua eu li este texto, esse desabafo, esse carinho de uma pessoa iluminada que salvou outro ser tao iluminado quanto. O Vitor mostrou a voce toda sua gratidao. Isso nao tem como esquecer!
    Muita luz e amor pra voces!
    Beijinhos
    Julie

    ResponderExcluir
  4. A história do Vitor me emocionou.Que tu sejas sempre abençoada Marilia,e que outras pessoas possam se inspirar e seguir o teu exemplo.Boa sorte ao Vitor,tenho certeza de que ele será muito amado!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Marilia, tenho um Projeto chamado Bicho sem Dono, acho que eu estava divulgando esse gatinho la no blog do Projeto.

    Também estou te escrevendo pra saber se posso colocar teu blog numa listinha de links relacionados, posso?
    aguardo, beijos Pâmela Vidal

    www.projetobichosemdono.blogspot.com e projetobichosemdono@ig.com.br

    beijos

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets