sábado, 26 de setembro de 2009

Constatações

Caraca... o que dizer daqueles maravilhosos seres humanos que fizeram tiro ao alvo na cachorrinha??? Nessas horas se um monstro desses cruza na minha frente, eu perco a noção... outro dia me contaram que um doente lá onde trabalho pegou uma ninhada de gatinhos (que para ele são pragas) e colocou no incinerador ... acreditam??? Pois é! Esses são os "humanos" com quem tenho que conviver... pessoas que passam por boa gente, que são bons vizinhos, pais, cidadãos, no entanto com esse tipo de crueldade e insanidade dentro de si. Para mim boa coisa não é... o mínimo que deveria acontecer a um cidadão desses é ter amputado o seu órgão sexual... depois espancado e cortados os dedos dos pés e mãos... assim sendo, ciente de minha posição perante qualquer atitude que maltrate um animal, partindo de quem quer que seja, para mim não merece mais o mínimo respeito. Já era! Na escala de pessoa que vale a pena fica abaixo de zero!
Eu sou muito cética a respeito dos seres humanos... sempre parto do pressusposto que TODOS podem nos surpreender negativamente uma hora ou outra. Somos cheios de defeitos e estamos aqui aprendendo a melhorar... mas tem gente por aí que nem com reza braba. Não adianta! Nasceu para ser covarde, espezinhar quem tem menos força, usar de sua "pseudo" força para maltratar os que não podem se defender.... enfim... eu nunca confio numa pessoa de primeira, até que eu a conheça o suficiente para saber que poderia deixá-la a sós com um animal.
Como disse meu amigo André: "Direitos humanos para humanos direitos!".
...
Hoje eu tive uma notícia que se repete anos a fio, lá da cidade onde moram meus pais, no interior do RS. Dois jovens, na noite de ontem acidentaram-se a caminho de Passo Fundo. Ambos morreram. Ela com 18 anos e ele com 24. Lindos, jovens, cheios de vida, e de repente... pufffff! Nada, vazio, deixam pais, amigos, conhecidos, com aquela sensação de impotência perante a morte, com a sensação de vazio que só uma tragédia consegue deixar.
Eu não aceito que um pai tenha que enterrar seu filho. É contra a ordem natural das coisas. Não deve existir na vida algo mais doloroso que jamais poder abraçar sua prole, tocar os seus cabelos, dar conselhos, amar e ser amado por aquele ser que foi gerado pela gente.
Que estejam onde estiverem, olhem por quem ficou, porque quem fica é que precisa de luz para suportar o restante da caminhada.
...
Essa semana que inicia será corrida, mas o mais importante será a adaptação dos pequeninos resgatados.
Temos que conseguir adotantes para eles dois logo. Serão entregues castrados os dois mimosos.
São uma menina e um menino... lindos mas muito assustados porque nunca tiveram contato com humanos.
Ainda são novinhos, devem ter uns dois meses e meio. Se alguém estiver lendo isso e puder divulgar, passe meu email para contato ->
marilia.bavaresco@gmail.com.
...
Um beijo grande e bom domingo!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Que bacana! Eu sou Marilia e sou de Porto Alegre também! :D

    Seja sempre bem vinda ao blog!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. ai noossaa! tenho vontade de matarrrrrr seres assim! q odio pertencer a mesma raça!!!!!

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets