domingo, 15 de novembro de 2009

Um domingo de novembro

Eu estava pensando em como seria bom que o final de semana tivesse mais um diazinho... assim, o sábado seria para colocar tudo em ordem e sair para desopilar, o domingo seria para dormir o dia todo e o terceiro dia para a gente se divertir e se preparar para o batente... para mim a ordem seria essa mesmo. Detesto saber que fui dormir quase a tarde toda e nisso perdi um tempo precisoso de ócio saudável.
E essa sensação de que o tempo não chega para tudo que quero fazer só tem aumentado com o passar dos anos. Quando eu escutava as pessoas reclamando disso, pensava cá com meus botões que talvez elas não soubessem organizar o seu tempo.
Na real, não tem nada a ver com organização. A coisa toda se dá porque assumimos perante nós mesmos tantos compromissos "inadiáveis" que torna-se insuficiente para tudo...
Se eu conseguisse ser diferente, não me importar tanto com o que está por fazer, tvz não tivesse tido tanta espinha, nem a contratura horrorosa no pescoço semana passada, nem outras coisinhas que analisando-se são decorrentes deste tumulto diário em que me enfiei!
Dá a impressão que eu afundo, afundo e o ar vai ficando rarefeito, sabe??? Maluquice, mas tenho que diminuir meu ritmo.
Eu nasci para ficar quietinha, lendo meu livro, assistindo um filminho, abraçadinha na minha Rafaela e nos meus gatos... só...
...
Ultimamente meu pretinho Ébano está ficando mais grudado em mim do que nunca! Me persegue pela casa, deita-se na cadeira ao lado da minha, quando estou na cama é o primeiro a se postar ao meu lado e fica me encarando... uma figurinha linda e amada! Thanks God!
...
Falando em God, acabei de ler o Caim do Saramago e recomendo para quem se questiona sobre religião e essas paradas todas que a gente aprende desde pequenino... é outra visão de uma sumidade da literatura e dá o que pensar. Recomendo!
...
Comecei a ler Minha Fama de Mau sobre a história do Erasmo Carlos. Tô no início mas já gostei pela fotografia, pelo texto fácil de ler, e por ser biografia que eu AMO! Quer me ver feliz me dá uma biografia sobre alguém que eu admiro... pronto! Pinto no lixo!
....
Esse ano foi uma sequência de tragédias pessoais de gente que eu amo muito. Perdas, dores, tristeza em cima de tristeza... nossa! Sufocante! Se eu acreditasse em fim do mundo, pensaria que os humanos estivessem sendo exterminados aos poucos para sofrerem bastante... enfim, loucuras da minha cabeça.
Porém, teve o lado feliz, o lado dos encontros, dos abraços e das comemorações, todas elas propiciadas por um amor em comum: os gatos. Fui a João Pessoa e conheci Manu; fui a Cat Encontro do Rio e encontrei muita gente querida; fui a Floripa e encontrei Amanda, André, Marjorie e Mirela; em SP abracei a Maria Alice e conheci a familia Gattobleu, tomando com elas o Chocolamour da Alaska!!!! Valeu! Valeu muito! E quero muito mais!
...
Um adendo sobre os gatos: quem não gosta está no seu direito, mas NÃO VENHA ME QUESTIONAR! Eu amo gatos e por eles faço qualquer coisa. Crazy Cat Lady sim, e daí???? A estas pessoas eu desejo que tenham um motivo para se alegrar, como eu tenho. Um motivo para sorrir quando estiver triste, pois eu tenho. Assim sendo, cada um no seu quadrado. Se cada um vivesse a sua vida sem xeretar e apontar o dedo nojento para os outros seria tudo tão mais harmonioso!!
...
Falei demais!
Beijocas
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Eu to aqui com o Willy no colo, dando um tempo na limpeza da casa q não acaba nunca, mas estes intervalos são os mais deliciosos dos meus dias com meus amados gatinhos...
    Triste de quem não tem isso minha amiga, pode crer q é pura inveja...

    Bjs

    Denise Lopez

    ResponderExcluir
  2. E eu, olha que coincidência, tô aqui com a Clarice do meu lado, Fred no puff, os outros lá fora hipnotizados com os insetos na luz. Sem contar que os dogs estão aqui tb (literalmente roncando nas caminhas!! rs...).
    Só quem tem este amor amiga sabe que é isso. Quem não tem, infelizmente nunca saberá o que é ter 24 horas por dia de doçura! É uma pena e temos de relevar - e lamentar!
    Beijos, beijos, beijos!

    ResponderExcluir
  3. gatos, simplesmente indispensáveis para a pouca sanidade que me sobra. neste momento tambem estou com o Alex aqui ao lado me olhando, e com certeza concordando com tudo. quem não tem não sabe o que esta perdendo. quem tem, não se imagina sem.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Gato é TUDO DE BOM... Azar mesmo é de quem não tem...

    Nesse momento estou eu no pc com o Kenzo em pezinho na minha perna pedindo um colinho, Angel Blue e Cedric dormindo em minha cama e Justin embaixo dela. Todos 5 curtindo um ar condicionado bem geladinho... Isso tudo é claro, depois da brincadeira de toda noite no fresquinho do ar... =)

    Amo demais essa família linda demais!!! Não vejo a hora de nos encontrarmos novamente...


    Beijinhos
    Tati

    ResponderExcluir
  5. Marilia , querida, pra mim se no mundo nao existissem gatos eu preferia nem passar pelo mundo...
    Não consigo imaginar minha vida sem meus gatos. Amo gatos, cães e outros seres especiais que ,graças a Deus , passam por esse mundo pra deixar minha vida mais colorida...

    ResponderExcluir
  6. Gatos! Um bem mais que necessário!!
    Eu, assim como você, amo! Infelizmente, tem algumas pessoas que se dizem tão "esclarecidas" (como diz a minha vó) e são tão ignorantes....
    Elas não sabem o que estão perdendo!

    ResponderExcluir
  7. O que essas pessoas que se incomodam com seus gatos fazem para mudar o mundo em volta delas?No mínimo suas vidas são vazias por não compreenderem a magia e o amor imenso que é um ronronar no cangote qd chegamos em casa.
    Só posso lamentar e te apoiar Marília, que vc ainda tenha muitas gatos, que serão mil motivos para sorrir.

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets