segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Dias difíceis


Estes dias têm sido deveras difíceis para mim. Confusão mental total, por várias pequenas coisas que aconteceram, fechando com a lastimável perda da minha amiga Bia que lutava há dois anos e três meses contra um câncer agressivo demais.
Os últimos instantes que tive com ela, tentando ajudá-la a comer sem sucesso devido à falta de ar que ela tinha, me deixaram uma marca profunda. Uma dor sem precedentes.
Ouvi-la ofegante me perguntar baixinho naquele que seria seu último dia: "- Por que a gente tem que passar por isso, Má?" e vê-la com os olhos marejados por trás da máscara, desejando que aquela situação absurdamente dolorosa tivesse fim, foi como centenas de facadas no meu coração.
Ela descansou, mas em meu egoísmo, queria tanto tê-la por aqui!!!
...
Parece que meus felinos sabem o quanto estou triste.
Ébano especialmente, deita-se no meu braço quando estou na cama. Vai atrás de mim por todos os cantos e conversa comigo. Passa um tempão miando e eu respondendo.
...
Rafaela está numa estação de águas termais com meus pais e uma amiguinha. Não precisou presenciar a minha tristeza. Está se divertindo nesse feriadão o anjo de minha vida.
...
Beijocas e obrigada a todos pelo apoio e lindas palavras!
[English]
These days have been very difficult for me. Total mental confusion, for several small things that happened, closing with the regrettable loss of Bia my friend who struggled for two years and three months for a cancer too aggressive.
The last moments I had with her, trying to help her eat without success due to lack of air she had left me a deep impression. Pain unprecedented.
Hear her panting softly ask me in what would be his last day: "- Why do we have to go through it, Ma?" and seeing her with teary eyes behind the mask, wishing that absurdly painful situation would end, it was like hundreds of knives in my heart.
She rested, but in my selfishness, he wanted to have her here!
...
It seems that my cats know how sorry I am.
Ébano especially, lies on my arm when I'm in bed. Go behind me everywhere and talks to me. Spends a long time meowing and I responding.
...
Rafaela is a hot spring season with my parents and a girlfriend. No had to witness my grief. The angel of my life is having fun this holiday.
...
Kisses and thank you all for your support and beautiful words!
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Oh, Marilia, I am so sorry to hear of the loss of your precious friend, Bia; my sincere condolances, wishing you comfort from your deep sorrow...I am glad you have your kitties to share your grief; I believe they sense our feelings and they can offer unconditional love and companionship during our darkest hours...I truly believe love is an energy that never dies and the love we hold on to is how the departed stay with us...Sending much love and big hugs, sweet friend.

    ResponderExcluir
  2. TIENES QUE ANIMARTE, CUESTA, LO SE, PEO LO HAS DE INTENTAR, DEBES SOBREPONERTE, PARA TI, AUN SIGUE LA VIDA, TODOS TENEMOS NUESTRO MOMENTO, ANIMATEE, UN ABRAZO MUY FUERTE DE CORAZON

    ResponderExcluir
  3. Pues mucho ánimo!! pasaros por el blog de Petra que hay sorpresa!!

    ResponderExcluir
  4. Você tem que pensar que ela precisava descansar mesmo, mas só o tempo vai tirar da sua cabeça essas lembranças ruins e trazer as boas lembranças dos tempos felizes.
    Quando eu escrevi aquele post sobre a minha vizinha que superou um câncer, escrevi outras coisas também, como a morte da esposa do meu veterinário que faleceu devido a um câncer de mama, mas depois apaguei pensando em deixar uma mensagem de otimismo, porque a vida é assim mesmo, umas pessoas sobrevivem e outras não. Temos que enfrentar e aceitar o que acontecer.
    Os gatos são muito sensíveis e entendem o que sentimos, aproveite o carinho que eles têm por você.
    Que bom que a Rafa está curtindo o feriado com os avós e quando voltar vai cuidar de você também, te dar motivos para voltar a sorrir.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  5. Sim, definitivamente, os gatos sentem quando estamos tristes ou deprimidos e ficam o tempo todo a nossa volta, mais do que costume. Até o olhar deles fica diferente.
    Não conheço tuas crenças, mas encontramos explicações do porquê sofremos em vários lugares. O Espiritismo e o Budismo têm uma definição muito clara sobre como funciona este processo todo de nascer, viver, sofrer, morrer e renascer. Sou cético quanto a estas questões, mas depois de ler e estudar muito sobre este tema, cheguei à conclusões.

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets