quinta-feira, 20 de novembro de 2008

COMO CUIDAR DE UM GATO


ö

FELINOS SÃO ANIMAIS CHEIOS DE PERSONALIDADE

E PODEM VIVER MAIS DE 15 ANOS

--------------------------------------

2º GATO

Se você já tem um gato,

deve esconder o novo gatinho durante alguns dias

em um quarto fechado com tudo que ele necessita:

ração, água e caixinha com areia.

Os primeiros contatos devem ser feitos na sua presença.

Faça a apresentação aos poucos.

Dê sempre mais atenção ao gato da casa.

Tenha paciência... Vale a pena!

---------------------------------------

ALIMENTAÇÃO - Dê a seu gato uma ração de boa qualidade. Deixe sempre à sua disposição água fresca e ração. Se quiser trocar a marca da ração, misture as 2 durante alguns dias. Não dê leite e nem carne crua ainda que ele goste. Uma boa ração já tem tudo de que ele precisa para ser forte e saudável.

BRINCADEIRAS - Comece não fazendo brincadeiras onde ele use as unhas. Ele vai crescer e as unhas também. Diga "não" e encerre a brincadeira.

BRINQUEDOS - Dedique alguns minutos por dia para brincar com ele. Bolinhas de papel e pedaços de barbante com algo na ponta são apreciados pelos felinos. Não dê barbantes muito finos ou curtos.

CRIANÇAS - Oriente-as a educar e a respeitar o gatinho. Não as deixe jogar o gatinho no chão; ele ficará traumatizado e não confiará mais no colo.

CASA – Acostume seu gatinho dentro de casa. Ele não precisa sair para passear. Gatos que passeiam, um dia, não voltam! Ou voltam doentes e machucados.

CASTRAÇÃO - Para cada pessoa que nasce, nascem 45 gatos e não há lares para todos.

A esterilização pode e deve ser feita antes dos 4 meses e diminui a possibilidade de terem tumores e doenças relacionadas ao aparelho reprodutor. Gatos castrados antes da idade adulta, não marcam território com urina (o cheiro do xixi demarcatório é forte e desagradável), não saem de casa para procurar fêmeas no cio e não se envolvem em brigas com outros machos. As fêmeas, no cio costumam miar muito. Se estiverem castradas, ficam livres disso e de todo o "nervosismo" que acompanha esse período.

COLEIRAS - Coleiras costumam ser perigosas. Eles podem ficar com o maxilar preso ou prendê-la em algum lugar quando brincam. Mas elas têm grande utilidade se você mora numa casa. Ela serve para sustentar uma Plaqueta com o seu telefone. Se você quiser que seu gatinho use coleira, comece amarrando um elástico fino em seu pescoço até que ele se acostume. Há no mercado coleiras elásticas que evitam os acidentes.

DEJETOS - Mesmo numa casa com quintal é sempre bom deixar a disposição do seu felino uma caixinha com areia. São animais muito asseados e não gostam de sujeira. Limpe pelo menos duas vezes por dia, e seu bichinho não irá procurar outro lugar para fazer as necessidades. Observe sempre as fezes que devem ser duras e consistentes. Não jogue no vaso sanitário para não entupi-lo.

DOENÇAS - Se você tem alguma dúvida sobre o estado de saúde do seu gatinho, peça ao veterinário que faça os exames necessários.

EDUCAÇÃO - Eles aprendem com facilidade a palavra "não", especialmente se vier seguida de uma batida de palmas ou pés. Isso porque têm os ouvidos muito sensíveis e barulhos fortes são desagradáveis.

ESCOVAÇÃO - Escove diariamente o seu amigo felino. A escovação evita a formação de bolas de pelos no estômago... e ele vai adorar o carinho!

JANELAS - Se você mora em apartamento, tenha telas nas janelas. Eles podem se assustar com um barulho forte e pular pela janela buscando uma saída. Ou ainda, podem pular em busca de uma mosca ou passarinho que passe por ali. Não existem gatos suicidas, existem donos irresponsáveis.

MIAR - Os felinos só miam quando querem alguma coisa. Portanto, se o seu gatinho ou gatinha estiver miando muito é porque está faltando algo: carinho, alimento, sossego, etc.

REMÉDIOS - Nunca medique o seu gatinho. Consulte sempre um médico veterinário

SONO - Gatos costumam dormir 16 horas por dia intercaladamente. Precisam ter um canto sossegado para isso. Eles ficam estressados quando não tiram as sonecas necessárias.

TERRITÓRIO - Gatos são animais territorialistas, ou seja, eles precisam sentir e saber tudo sobre o espaço onde vivem. Mantenha-o, no início, em um espaço pequeno (com a água, a ração e a caixinha de areia) até que ele se sinta seguro. Ele vai explorar tudo e misturar seu cheiro ao do ambiente. Seja paciente. Depois ele vai ficar curioso para saber o que tem além disso. Cuidado com felinos pequeninos. Eles costumam se enfiar em lugares perigosos como, por exemplo, atrás ou dentro da máquina de lavar roupas, da geladeira ...

TRANSPORTE – Transporte seu amigo felino com segurança em uma Caixa de Transporte adequada.

VACINAS - A vacina tríplice ou quádrupla e a vacina contra a raiva devem ser dadas uma vez por ano.

_,,,^. .^,,,_

Por Deolinda Eleutério

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

=^o^=

Meus Tweets