segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Minha amada voltou!

Ela me faz tão feliz, que a tristeza e a agonia que estamos passando chega a diminuir!!
Obrigada por existir minha linda, meu tudo!
Eu te amo!


Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Marilia,parabéns,tua filhinha é muito linda,assim como teus gatos,que vcs sejam sempre abençoados pela luz do amor da Grande Mãe Divina.Eu li tua postagem anterior,não sei qual foi ou é o motivo de tua tristeza,sei que deve ser algo muito particular.Hoje encontrei este texto e pensei em ti.Espero que te ajude,afinal todos passamos por problemas e lutas ao longo de nossa jornada,bjus

    Este é o texto:
    Na escuridão da noite mais fria, lembre-se que você é um espírito.
    Não é a morte que o transformará em coisa alguma.
    Você sempre foi o eterno. E sempre será!
    Você entra e sai de corpos perecíveis há um tempão.
    O fogo não pode queimá-lo. A água não pode molhá-lo.
    Que arma poderia ferir o princípio imperecível?
    Krishna já ensinava isso no Bhagavad-Gita, lá na antiga Índia.
    E você ainda tem dúvidas? Não sente um sol dentro do peito?
    Nunca olhou para o céu estrelado? E nem admirou um pôr do sol?

    Preste atenção: ame seus filhos – que também são espíritos.
    Sinta seu coração. Não com o corpo, mas com os sentidos espirituais.
    Você é uma estrela na carne. Na hora das provas, aumente seu brilho.
    Pense no infinito. Medite no Supremo. Não desista, jamais!
    Viver na Terra não é fácil. Nunca foi. Mas é onde você está agora.
    Acertos e erros vão e vêm... Fazem parte da experiência. É da vida!
    Tire a lição e continue caminhando. Toque a bola para frente...
    E não se engane: isso aqui não tem nada a ver com auto-ajuda fajuta.
    O que estou lhe escrevendo também vale para mim.
    É na noite escura e fria que você prova quem é verdadeiramente.
    Como diz um ditado antigo: as pessoas são como saquinhos de chá.
    Você só sabe se elas são boas quando as coloca na água quente.
    Erros e decepções acontecem. Faz parte do jogo de viver.
    Então, não valorize nada em demasia, seja lá o que for.
    Nesse plano fenomênico, tudo passa. É da vida!
    Se você não se desesperar com o frio e a escuridão, seu prêmio virá.
    Há uma aurora novinha chegando. E, na luz, as coisas mudam.
    Na escuridão, ilumine-se com o discernimento. Fortaleça sua mente.
    No frio, aqueça-se na prece. Fortaleça seus sentimentos.
    E não se esqueça do Grande Amor que anima seu pequeno coração.
    Pense no Supremo. O Amor Que Gera a Vida. O Amor que criou você.
    Não faça por menos: você é um espírito. Jamais se esqueça disso!
    E, enquanto estiver na Terra, honre-a! Faça valer a pena.
    E só volte para o Astral no final do jogo, quando Deus o chamar.
    Só Ele é que sabe o tempo de vida de cada um por aqui.
    Então, minha amiga, supere as trevas que a cercam no momento.
    Com o calor do seu coração. Com honra na jornada. Com brilho.
    Enquanto a aurora não chega, conte com a sua própria luz.
    Você é um espírito. Vem da Grande Luz. É estrela na carne.
    Ilumine o corpo. Ilumine o mundo. Lembre-se de quem lhe deu a vida.
    Você não nasce nem morre; só entra e sai dos corpos perecíveis.
    Alegre-se. Ria mais das coisas, principalmente de si mesmo.
    Lembre-se do seu Primeiro Amor: O Todo**.

    Paz e Luz.

    - Wagner Borges (seu amigo e colega de evolução, não seu mestre.)
    São Paulo, 09 de setembro de 2008.

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets