segunda-feira, 12 de abril de 2010

POEMA PARA MINHA FILHA

Foto by Giane Portal
POEMA PARA MINHA FILHA
Lílian Maial


Os caminhos são tantos,
Tantas portas por abrir...
Meu universo toca o dela,
Quero passar meus valores,
Minhas órbitas,
Tentar evitar a colisão,
Mas ela é seu astro,
E tudo o que posso
É esperar.

O núcleo é incandescente,
E sorrio no contorno de seu rosto.
A nova mulher é tão menina,
Como eu,
Tão segura,
Como eu,
E é mais ela do que eu.

É flor, botão, caule e raiz.
E eu, que me nutro de dúvidas,
Quero a seiva que circula em seu olhar.
Clorofilo meus receios,
Para exalar certezas.
Fotossintetizo os silêncios
- Um certo respeito de tronco -
Somos frondosas.

Sem inverter os papéis,
Sou mãe e guia,
Amiga e filha,
Mas nem tanto.
Sou o alicerce sob seus pés,
O trampolim de seus saltos,
A mão aberta da liberdade do vôo.
Mas sou também o ninho,
O galho do pouso,
O sol que aquece,
O ar que sustenta,
O bico que alimenta.

Enquanto que ela é minha antítese,
A guerreira que respeito,
A fé nos meus conceitos,
O novo da rebeldia,
A luz do momento escuro,
A revisão do meu passado
E a perfeição do meu futuro
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. lindas,lindas,lindas,maravilhosas.
    estas duas mulheres são lindas, especiais, frontosas como um lindo pé de carvalho, que encanta enquanto cresce.
    adoro vocês duas, de paixão.
    sou fã incondicional de vocês

    ResponderExcluir
  2. Filhos a maior das inspirações sempre.

    ResponderExcluir
  3. buááááá que coisa mais lindaaaa snifs emocionados

    ResponderExcluir
  4. Adoro seu blog e vim te dizer que tem um selinho pra você lá no meu: http://terraluaemar.blog.uol.com.br/

    ResponderExcluir

=^o^=

Meus Tweets